Blog Silam

Micropigmentação, inovação e conhecimento.

Embora se tratem de duas técnicas com finalidade e procedimento diversos, é comum que as pessoas não saibam a diferença entre tatuagem e micropigmentação. Por isso, nesse texto venho esclarecer esta questão e apontar tudo o que você precisa saber para entender as diferenças.

 

O que é micropigmentação?

A micropigmentação é um procedimento que tem sido amplamente utilizado para realçar sobrancelhas, delinear os olhos e outras intervenções, na maioria com fins estéticos.

A técnica também pode ser aplicada para corrigir falhas, manchas e cicatrizes, com pigmentos que camuflam esses pequenos defeitos. A micropigmentação é feita utilizando um equipamento elétrico equipado com agulha, denominado dermógrafos ou ainda com caneta de tebori.

Diferença entre tatuagem e micropigmentação

Por meio da micropigmentação também é possível iluminar, sombrear e ou preencher áreas. Usa-se o recurso das cores para criar a ilusão de que uma região seja maior ou menor. A micropigmentação pode ainda ser utilizada em procedimentos cirúrgicos, para reconstituir aréolas, por exemplo.

 

O que é a tatuagem?

A tatuagem é uma das formas mais conhecidas de modificação do corpo, sendo uma arte permanente. Ela é feita através de agulhas que depositam pigmentos na camada subcutânea da pele (derme reticular).

Embora atualmente seja possível remover tatuagens por meio de procedimentos apropriados, sua intenção é marcar o corpo de modo definitivo.

É tida como uma expressão artística que existe desde os tempos mais remotos, fazendo parte da história da humanidade.

Diferença entre tatuagem e micropigmentação

 

Qual a principal diferença entre tatuagem e micropigmentação?

Quando o procedimento de micropigmentação começou a ser feito, era realizado de maneira similar à tatuagem, ou seja, a micropigmentação foi inspirada na tatuagem artística. Entretanto, há diferenças que devem ser apontadas e que servem para distinguir as técnicas.

 

1. Permanência na pele

A micropigmentação tem duração de cerca de seis meses a dois anos, já que o pigmento é depositado apenas na camada mais superficial da pele (derme papilar).

O pigmento da tatuagem é depositado na terceira e última camada da pele, por isso tem efeito permanente (derme reticular).

 

2. Retoques

A micropigmentação pede retoques periódicos devido ao seu tempo de duração. A tatuagem pode exigir retoques após um período maior de tempo.

 

3. Pigmentos

As tintas utilizadas em ambos os procedimentos também são diferentes, já que as partículas de pigmentos da tinta usada na tatuagem são maiores, com diferentes tamanhos e de diferentes bases químicas.

Nosso organismo terá maior dificuldade de absorver essa tinta, fazendo com que ela suma com o tempo, porém muito lentamente.

 

4. Resultados

Os resultados da micropigmentação são mais naturais que os da tatuagem, já que as cores utilizadas costumam ser mais claras e o pigmento é aplicado em uma camada mais superficial.

micropigmentação labial

Resultado de micropigmentação labial

 

5. Equipamentos

O equipamento usado para a realização de cada uma das técnicas também é diferente. A tatuagem é feita por meio de uma máquina rotativa, com maior força de impacto, enquanto os aparelhos de micropigmentação já citados apresentam uma movimentação mecânica linear e mais suave, que faz com que o traço seja mais suave.

Confira todos os equipamentos essenciais para montar sua sala de micropigmentação!

sala de micropigmentação

 

6. Procedimento

O procedimento de tatuagem costuma ser mais demorado que o da micropigmentação, embora isso possa depender do tamanho e do local a ser tatuado.

Para facilitar a distinção entre ambas, basta lembrar-se que a micropigmentação atinge a camada da derme papilar e, por isso, é temporária. Já a tatuagem atinge a derme reticular, tendo caráter mais permanente.

Um dos motivos que leva as pessoas a não saber a diferença entre tatuagem e micropigmentação é o fato de que se utilizava amplamente o termo maquiagem definitiva.

Essa técnica assemelha-se à tatuagem e tem um resultado menos sutil que a micropigmentação, que foi desenvolvida exatamente para atender a evolução artística dos profissionais em termos de técnicas que buscam um resultado mais natural.

Diferença entre tatuagem e micropigmentação

Micropigmentadora Nataliya Yeremenko

 

Independente da técnica, existem responsabilidades!

Seja qual for a técnica selecionada, o profissional deve levar em consideração o tipo de pele do cliente, o resultado desejado e suas condições médicas.

Por isso, é essencial que tanto o micropigmentador quanto o tatuador preencham a ficha com os detalhes sobre a saúde do cliente, de modo a determinar se ele está apto para receber o procedimento.

ficha de anamnese micropigmentação

O SILAM possui um rico material acerca do preenchimento da ficha de anamnese, que auxilia o micropigmentador a saber quais detalhes devem ser perguntados ao cliente para serem posteriormente preenchidos na ficha.

Se esse texto ajudou a saber a diferença entre tatuagem e micropigmentação, siga as redes sociais do SILAM, como Instagram e Facebook, para se manter informado acerca das novidades da área de micropigmentação.

 

Bons estudos,

André dos Santos.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o autor

André dos Santos

Fundador do SILAM (Simpósio de Integração Latino Americano de Micropigmentação)